Matosinhos vai reabilitar 5 conjuntos habitacionais com apoio do Porto Energy Hub

O município de Matosinhos aprovou no passado dia 31 de agosto por unanimidade o

lançamento de concursos públicos conducentes à reabilitação de cinco conjuntos habitacionais

08/09/2022 | ± 3 Minutos de Leitura


O município de Matosinhos aprovou no passado dia 31 de agosto por unanimidade o lançamento de concursos públicos conducentes à reabilitação de cinco conjuntos habitacionais, incluindo: Porto Energy Hub vai assumir a posição de “braço armado” para acelerar o alcance das metas inscritas no Pacto do Porto para o Clima. Em concreto, ao focar no combate à pobreza energética e no aumento da resiliência energética, o projeto vai fomentar o objetivo do município portuense de reduzir em 85% a emissão de gases de efeito de estufa até 2030.


-Ponte do Carro
, com um prazo de execução de um ano e um investimento estimado de 1,7 milhões de euros.
Chouso, com a duração prevista de dois anos, e um investimento estimado de 2,6 milhões.
Seixo II, com um prazo de execução de 28 meses e um custo previsto de 3,6 milhões de euros.
-Recarei, com um período de execução de dois anos e um investimento estimado de 3,7 milhões de euros.
Custió, será sujeito à maior intervenção, com um investimento estimado de 11,2 milhões de euros e um prazo de execução de 32 meses.

No total, estas intervenções têm um custo total na ordem dos 23 milhões de euros e serão financiadas pelo Programa 1º Direito. Estas intervenções contaram com o apoio técnico do projeto Porto Energy Hub em cooperação com o Município e a Matosinhos Habit E. M., para identificação de soluções de eficiência energética ao nível da reabilitação, melhora do comportamento e conforto térmico e desenvolvimento de comunidades de energia renovável. Esta colaboração enquadra-se nas ações de apoio que o Porto Energy Hub tem vindo a desenvolver ao longo dos últimos meses junto dos municípios da AMP-ND.

O Porto Energy Hub apoia, com base no financiamento do Horizonte 2020, projetos de eficiência energética e energias renováveis para a melhoria das condições de habitabilidade, através de intervenções de reabilitação energética e do desenvolvimento de unidades de autoconsumo e comunidades de energia renovável, mitigando assim a pobreza energética no território.à produção de energia renovável.